Cobre opera em baixa com preocupações sobre excesso de oferta

Você está aqui:
Ambrozjo, SXC Ambrozjo, SXC

09/02/2015

Nos negócios da manhã na Europa, o cobre para três meses caía 0,7% na London Metal Exchange (LME), a US$ 5.678,00 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para março tinha baixa de 0,52%, a US$ 2,5815 por libra-peso, às 9h53 (de Brasília).
Ontem, os estoques de cobre da LME registraram o maior aumento diário desde 2001, atingindo o nível mais elevado em quase um ano, o que causou temores de que há oferta excessiva do metal, segundo o Commerzbank.
Mais adiante, os investidores vão acompanhar o relatório de emprego dos EUA referente a janeiro, que será publicado às 11h30 (de Brasília). Os EUA são o segundo maior país consumidor de cobre, depois da China.
Outros metais na LME operavam sem direção única: o alumínio recuava 0,1%, a US$ 1.884,00 por tonelada, enquanto o zinco subia 0,7%, a US$ 2.159,50 por tonelada, o níquel cedia 1,4%, a US$ 14.960,00 por tonelada, o chumbo avançava 0,5%, a US$ 1.856,50 por tonelada, e o estanho caía 0,1%, a US$ 18.950,00. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Yahoo Notícias, com informações de Estadão Conteúdo