Contrabando de açúcar aumenta 40% em Honduras

Você está aqui:
Ján Messaros, SXC Ján Messaros, SXC

06/10/2014

Os produtores de açúcar de Honduras estimam que na safra atual (2013/14), o contrabando de açúcar tenha aumentado em 40%. Eles admitem que se não tomassem providências, os desvios poderiam superar  as projeções atuais de 60 mil toneladas.

A redução de volume de compra no Norte do país é atribuída ao ingresso do produto pela fronteira com a Guatemala, com o comércio em Cortés e Santa Bárbara.

Representantes da Associação dos Produtores de Honduras admitem que há uma relação direta entre o contrabando e as vendas da Central de Açúcar hondurenha.

Confira as estimativas atuais de produção do país
A seca também atingiu o país, que reduziu sua projeção para a próxima safra que começará em novembro (2014/15). Segundo a Associação dos Produtores de Açúcar de Honduras, dos 1,2 milhão de toneladas  de açúcar previstos, a redução poderá chegar a mais de 600.000 sacas.

A produção de açúcar deverá começar em novembro próximo no Engenho  Tres Valles, que opera no município de Cantarranas, no centro oriente de Francisco Morazán e luego se unem as empresas da zona sul do país: La Grecia e Choluteca. Em seguida, em dezembro, entra em operação a Azucarera del Norte S.A (Azunosa) e em janeiro de 2015, todos os engenhos já iniciam suas atividades.

O diretor executivo da Associação, Carlos Melara, garante que não haverá desabastecimento, com garantias para o mercado nacional e dos compromissos de exportação.

Fonte: Biocana, com informações de ProCana Brasil