Estados Unidos liberam 14,5 milhões de dólares para bioenergia

Você está aqui:
Svilen Milev, SXC Svilen Milev, SXC

16/06/2014

  1. A Secretaria de Desenvolvimento Rural do USDA afirmou que aceitará pedidos de financiamentos de companhias que desejam substituir suas tecnologias baseadas em combustíveis fósseis para tecnologias movidas à biocombustível. O  Instituto Nacional de Alimentos e Agricultura, também vinculado ao USDA, anunciou a disponibilidade de liberar 2,5 milhões de dólares para fortalecer a segurança nacional de energia através desenvolvimento de  tecnologias verdes para transporte, energia e pesquisa de novos produtos.
 
O anúncio foi feito pelo secretário da agricultura americano Tom Vilsack, que ainda apresentou uma ferramenta valiosa para aqueles que desejam entrar no setor de bioenergia em solos estadunidenses, um portal que oferece acesso total a dados, estatísticas e informações relacionadas à produção sustentável e à conversão de biomassa em combustíveis.
“Esses investimentos do USDA fazem parte da estratégia de energia da administração de Obama, e beneficiarão nossa economia assim como nosso meio ambiente”, afirmou Vilsack. Para o secretário, os investimentos nessas tecnologias sustentáveis são benéficos para a manutenção do clima e para fortalecer o desenvolvimento econômico rural do país, e ainda diminuem a dependência de fontes externas de combustíveis fósseis.
O USDA planeja investir 12 millhões de dólares em melhorias tecnológicas de biorrefinarias através de seu programa de assistência em energia, tais indústrias, que tenham iniciado suas atividades em junho de 2008 ou antes, podem receber investimentos para aplicar em tecnologias de produção de calor ou de energia  à base de bioenergia, gerados através de biomassa.
O Departamento também quer estimula a pesquisa nas áreas bioenergia e biomassa, estreitando as relações entre centros e instituições de pesquisa, agências do governo e universidades.

Fonte: Jornal da Cana