Manutenção de Válvulas

Você está aqui:

Há duas maneiras de se aproximar da manutenção de válvulas: Quando a válvula quebra ou faça manutenção preventiva para manter suas válvulas funcionando sem problemas. Válvulas malconservadas não duram tanto quanto deveriam porque estão sujeitas a falhas súbitas. Essas falhas resultam em lentidão no trabalho, tempo de inatividade, perda de fluido com vazamento, aumento nos custos de reposição e mais dinheiro desviado para despesas gerais de manutenção. Aprenda a prolongar a vida útil das válvulas em todas as suas instalações, e você pode esperar algumas economias consideráveis.  

Manutenção Válvula

Manutenção Válvula Esfera

 Conheça suas válvulas

Em uma instalação industrial, é provável que você encontre várias válvulas diferentes, incluindo:

  • Válvulas Esfera
  • Válvulas Gaveta
  • Válvula Globo
  • Válvulas Borboleta
  • Válvulas Retenção
  • Válvulas Redutoras de pressão
  • Válvula de Controle
  • Válvula de Segurança

 Aprender como cada tipo de válvula funciona ajudará você a projetar um programa de manutenção de válvulas para suas instalações. Esteja ciente das especificações de cada tipo de válvula. Você deve ter uma visão clara dos tipos de sistemas para os quais suas válvulas foram feitas, e você precisará conhecer as propriedades físicas de suas válvulas. Por exemplo, as conexões de PVC podem ser usadas com acessórios de metal, mas o cobre e o latão não podem ser misturados com acessórios de aço.

As especificações técnicas também são importantes. Você conhece as tolerâncias de pressão e temperatura das válvulas do seu sistema? Válvulas que são empurradas para os seus limites falharão mais rapidamente do que válvulas que são classificadas para pressões e temperaturas mais altas do que aquelas normalmente expostas. Isso não quer dizer que você deve substituir cada válvula em sua instalação por produtos que tenham tolerâncias mais altas, mas saber quais válvulas estão sob maior estresse ajudará você a atingir os pontos fracos do seu sistema.  

 Mantendo as válvulas limpas e funcionando sem problemas

 Outra maneira importante de prolongar a vida de suas válvulas é simplesmente mantê-las limpas. Embora a quantidade de limpeza necessária varie de uma instalação para outra, até mesmo as fábricas mais limpas devem fazer um esforço para limpar as válvulas pelo menos uma vez por ano. As instalações empoeiradas ou aquelas que lidam com agentes corrosivos devem limpar as válvulas a cada seis meses ou com mais frequência, dependendo da gravidade do problema. Use um pano, escova de arame ou lubrificante para limpar a carcaça da válvula. Manter as válvulas limpas evitará um acúmulo na haste da válvula e outras partes móveis, o que ajudará suas válvulas a durarem por um longo tempo.  

 Inspeções de rotina de válvulas

Inspeções regulares são fundamentais para qualquer programa de manutenção preventiva. Válvulas sob alta pressão ou temperaturas extremas devem ser verificadas semanalmente ou mensalmente, enquanto válvulas que não estão sob muita pressão podem ser verificadas a cada seis meses ou anualmente. Procure rachaduras na carcaça da válvula e outras falhas e verifique as porcas da bucha e outras ferragens para garantir que tudo esteja firme. Se possível, gire as válvulas para ter certeza de que elas não estão se aproveitando de um acúmulo de minerais ou ferrugem.  

 A detecção de vazamentos deve ser outra parte de sua rotina de inspeção. Para válvulas que lidam com água, ácido e outros líquidos, os vazamentos costumam ser relativamente fáceis de detectar. Mesmo que não haja umidade visível, uma válvula que tenha vazado por uma semana ou duas normalmente mostra sinais de acúmulo de minerais ou corrosão na carcaça.  

 Válvulas que manuseiam ar comprimido, refrigerantes e outros gases podem ser verificadas com uma simples mistura de sabão e água. Pulverize esta mistura na válvula e observe a formação de bolhas. Outra alternativa é usar um detector de vazamento eletrônico. Esses dispositivos são mais eficazes do que o método de água e sabão por duas razões: eles reduzem o risco de erros e podem detectar pequenos vazamentos.  

 Procedimentos avançados de reparação e manutenção de válvulas industriais

 Durante os desligamentos anuais das plantas, é uma boa ideia desmontar as válvulas, limpar os mecanismos internos e substituir qualquer coisa que esteja desgastada. Com o tempo, a mineralização, ferrugem e corrosão afetarão a haste da válvula, molas, bobinas, porcas e outras peças metálicas. Além disso, existem muitas peças de plástico ou borracha que podem precisar de reparo ou substituição, incluindo: 

  • Glândulas
  • Buchas
  • Juntas
  • Embalagem
  • Anéis de vedação 

Após anos de uso intenso, o plástico interno e a borracha desgastam-se, apodrecem ou tornam-se rígidos e quebradiços. É sempre mais sensato substituir essas partes ao primeiro sinal de problema do que depois de elas falharem completamente. Mantenha um planejamento de Manutenção em Valvula Anual. 

Você também deve garantir que o disco (Sede) da  válvula esteja fazendo contato uniforme  com a sede da válvula. Use um procedimento de detecção para garantir que suas válvulas estejam fechando corretamente. Se notar alguma irregularidade no disco ou na sede, você pode dobrar ou recolocar a válvula conforme necessário. Se você quiser garantir que as válvulas em suas instalações tenham uma longa vida útil, o conhecimento e as inspeções de rotina são essenciais. Siga-o com um programa regular de limpeza e manutenção, e você poderá reduzir os custos de manutenção de válvula prolongando a vida útil de suas válvulas.   

Autor: Robson Egito, faz parte da equipe de conteúdo da Jefferson Engenharia, é um fornecedor de válvulas para clientes industriais, comerciais e consumidores no Brasil . 

Produtos de treinamento relacionados :

Treinamento de Válvulas Industriais

Treinamento em Diminuir Perdas Energética em Sistema a Vapor de Agua.

Faça um Comentário