Petrobras estuda vender participação na Braskem e ações sobem

Você está aqui:
Imagem: Vanderlei Almeida/AFP Imagem: Vanderlei Almeida/AFP

13/04/2015

A Petrobras estuda, ainda de forma preliminar, vender sua participação na petroquímica Braskem, como parte do plano de desinvestimentos da ordem de 13,7 bilhões de dólares, afirmou uma fonte a par do assunto ao jornal Valor Econômico. Segundo o diário, no entanto, o desenho da operação não está concluído e nem deve ter um desfecho imediato.

Não está definido, por exemplo, se a Petrobras colocará à venda toda a sua fatia na Braskem, ou apenas parte dela. A estatal tem 36,1% do capital total da petroquímica. Ainda em aberto também está o acordo de acionistas da Braskem. A Odebrecht, controladora da petroquímica, tem preferência na compra da participação da Petrobras, o que pode não acontecer na prática, devido aos desdobramentos da Operação Lava Jato.

"A citação na Lava Jato torna o momento atual negativo para esse desinvestimento, diante da dificuldade em encontrar um comprador. Além disso, o negócio petroquímico no mundo já não se encontra em uma situação boa, por conta da queda do petróleo. Seria muito risco para um comprador neste momento", afirmou um analista à Agência Estado.

Após a notícia, as ações da Petrobras intensificaram ganhos na BMF&Bovespa. Por volta das 15h, as ações ordinárias da estatal (ON, com direito a voto) avançava 5,58%, enquanto as preferenciais (PN, sem direito a voto) tinha alta de 6,34%. O Ibovespa subia 0,76%, aos 54.214 pontos.

Fonte: Veja.com