Purgador de Vapor: Saiba mais

Você está aqui:
Purgador Instalado. Purgador Instalado.

O purgador é um equipamento de natureza automática que é direcionado para trabalhar na extração do condensado, que é formado nas tubulações de suprimentos ou distribuição de vapor, dispositivos direcionados para aquecimento do produto englobado em equipamentos, linhas de vapor de aquecimento ou no traceamento de tubulações, instrumentos e de outros equipamentos. Além de exercer essas funções, o purgador de vapor, deve eliminar de forma efetiva os ares e gases que não podem ser condensáveis. Em outras palavras, a função dada ao purgador de vapor é drenar ou purgar o fluido condensado, não permitindo a perda de vapor.

É de extrema importância o uso de um purgador de vapor. O vapor quando fornece o seu calor latente para que outro fluido possa ser prontamente aquecido, ele é condensado e passa para a fase líquida, gerando assim, o condensado. O condensado que contém apenas calor sensível e deve ser prontamente eliminado, por ter baixa eficiência na transferência de calor. O condensado gerado, os gases e o ar presentes geram uma barreira, impossibilitando a troca ou a própria transferência de calor entre o vapor e a superfície que deve ser aquecida.

Essas informações dadas, expressam claramente o grau da importância de um purgador de vapor. O purgador de vapor é um dispositivo primordial e indispensável em qualquer sistema de aquecimento de vapor d’água.

O purgador de vapor nas instalações industriais, como refinarias de petróleo, termoelétricas/petroquímicas, obtém uma quantidade significativa de estações de purga de condensado, que normalmente é denominada de purga de vapor. A maioria dos purgadores são aplicados na questão de drenagem de tubulações de suprimentos ou na distribuição de vapor em linhas de vapor de aquecimento em que são aplicados.

O condensado, elemento que é eliminado com o uso de um purgador, pode ser gerado em diferentes situações, tais como:

  • - Em tubulações que possuem um vapor úmido (fato que ocorre devido precipitação da umidade).
  • - Em tubulações de vapor saturado (Isso acaba ocorrendo, devido a perda de calor por radiação ao longo da linha do sistema).
  • - Em tubulações superaquecido, quando acaba se arrastando água da caldeira.
  • - Nas entradas em operações de tubulações de vapor, quando todo o sistema está completamente frio ou quando o sistema em si é excluído da operação.
  • - Quando são utilizados dispositivos como forma de aquecimento, como o uso de autoclaves e etc.

Já definimos a importância do purgador nas linhas de vapor. Agora devemos salientar o motivo pelo qual instalamos o purgador, em outras palavras, enfatizar os reais motivos do porquê devemos realizar a remoção do condensado que é criado nas linhas de vapor:

  • - Usando um purgador, eliminamos o condensado que é formado nas tubulações das linhas de vapor, pelo seguinte motivo, sempre vai haver água liquida como resultado da condensação parcial do vapor ou levada pelo vapor que é liberado pela caldeira.
  • - Manter o vapor seco nas tubulações e equipamentos que são aquecidos, usando o purgador para retirar apenas o condensado.
  • - Perpetuar a energia do vapor, pela seguinte razão: O condensado não possui uma ação motora e aquecedora eficaz.
  • - Para que se evite golpes de aríete e vibrações em suas tubulações, que é causado pelo condensado levado pelo vapor.
  • - Para se evitar impacto causado por gotas do condensado, principalmente, nas palhetas das turbinas e turbo expansores.
  • - Para que que se possa diminuir os efeitos da corrosão interna em seus sistemas de tubulações, desta forma, evitamos o resfriamento do vapor e a possível formação de ácido carbônico.
  • - Para que se evite a perda ou redução da seção transversal útil do escoamento de tubos.

Purgador drenagem de rede

Drenagem rede de Vapor

Purgador de drenagem de reator

Purgadores de drenagem de um Reator 

  Purgador de Vapor e seus tipos

 Um purgador se torna totalmente eficiente quando ele é capaz de acompanhar todo o processo da curva de saturação do vapor e as condições de se adaptar a ela.

É possível encontrar vários tipos de purgador de vapor baseados nessas capacidades citadas acima. Os purgadores de vapor são basicamente classificados em 3 tipos: O Purgador Mecânico, o Purgador Termostático e o Purgador Termodinâmico. O Purgador termostático é o que mais se aproxima da curva de saturação.

Purgador Mecânico

O Purgador mecânico trabalha com a diferença entre a densidade do vapor e o condensado. Essa diferença com que o um elemento interno do purgador atue sobre o orifício de descarga, desta forma, se mantendo fechado durante a passagem do vapor e só abrindo quando houver a presença de um condensado.

Purgador de balde invertidoPurgador de balde invertido

purgador de Boia livrePurgador De boia Livre 

 

Purgador tipo Boia

O purgador de boia possui dois tipos:

  • - Purgador tipo Boia livre ou flutuante
  • - Purgador tipo Boia fixa ou com haste

Elas trabalham na diferença de densidade.

O Purgador tipo Boia é constituído por uma entrada para o vapor, uma saída para o condensado e uma boia, que trabalha diretamente como elemento de vedação (quando o purgador está cheio de condensado, a boia flutua e faz a válvula se abrir, fazendo com a drenagem do fluido seja feita.

O Purgador tipo Boia trabalha bem com as variações de pressões e na questão de vazão do vapor. E se tratando da quantidade que é drenado de condensado, pode se ter um trabalho de descarga continua ou descontinua.

Purgador tipo Boia livre ou flutuante

Esses são tipos de purgador que são usados para drenar o condensado de tubulações de suprimentos ou de tubulações cuja a distribuição seja de vapor.

O condensado entra pelo purgador, elevando a boia e, assim, possibilitando que o mesmo passe pela sede. Depois que o condensado faz a passagem, imediatamente, a boia é direcionada para a sede através de suas guias. O é liberado do purgador a partir da permissão de uma válvula termostática. Após a liberação do ar do purgador, a válvula termostática imediatamente é fechada.

Vantagens do Purgador tipo Boia livre ou flutuante:

  • - Possibilita uma descarga contínua
  • - Condensado na mesma temperatura do condensado
  • - Eficaz onde possa ocorrer grande flutuação de vazão
  • - Grande capacidade na eliminação do ar
  • - Por possuir uma válvula agulha de regulagem externa, que possibilita a eliminação do vapor preso e ar

 Desvantagens do Purgador tipo Boia livre ou flutuante:

  • - Sofre danos em caso de resfriamento muito severos
  • - Não é resistente a golpe de aríete
  • - Precisa de espaço para que possa ser instalado
  • - Necessita da instalação de uma válvula de retenção à jusante do purgador que quando é interligado à linha de retorno de condensado
  • - Necessita da instalação de um filtro Y antes do purgador

Purgador tipo balde invertida

Este tipo de purgador age por diferença de densidade e é utilizado para drenar condensado em tubulações de suprimentos, distribuição de vapor ou em equipamentos.

Funcionamento de um purgador mecânico tipo balde invertido

  • - Primeiramente, o condensado o ocupa o purgador formando um selo de água. O balde se mantém no fundo.
  • - O condensado chega até o topo do purgador e sai pela sede do dispositivo.
  • - Entrando pela parte inferior o vapor, faz com que o balde flutue
  • - O balde leva o mecanismo e o plug faz o fechamento da sede.
  • - O vapor que fica preso, ou é condensado ou ele sai pelo orifício.
  • - O balde cai e puxando o plug. (assim o ciclo se repete)
  • - Através do orifício do balde, será feito a eliminação do ar preso. (O orifício é pequeno, com isso a eliminação do ar é lenta, sendo requisitado um eliminador de ar).

Vantagens do Purgador tipo Balde invertida

  • - É resistente a golpe de aríete
  • - É considerado altamente seguro, devido ao seu modo de falha ser aberto

 Desvantagens do Purgador tipo Balde invertida

  • - Tem a necessidade de ter instalado em seu corpo uma válvula de retenção interna
  • - A eliminação do ar e gases incondensáveis é lenta
  • - Requer uma certa constância na manutenção do selo de água
  • - Pode sofrer danos severos pelo resfriamento
  • - Descontínuo na questão da chegada de condensado
  • - Necessita da instalação de um filtro Y antes do purgador

 Purgador Termostático

 Este tipo de purgador é capaz de identificar e distinguir vapor do condensado através das diferenças na temperatura, graças a um elemento termostático;Para que a eliminação do condensado seja feita, o mesmo tem que atingir uma temperatura inferior da temperatura de condensação;Podendo ter o tipo com elemento bimetálico, com pressão balanceada ou de expansão líquida.

Purgador de termostatico

Purgador Termostatico Balanciado

purgador bimetalico

Purgador Termostatico bimetalico

 

O purgador termostático é utilizado na drenagem do condensado nas linhas de aquecimento, tubulações e distribuição de vapor.

 Vantagens do Purgador Termostático

  • - É capaz de reduzir flash ou revalorização de vapor na linha de condensado
  • - Pode ser instalado distante do ponto de geração do condensado
  • - Acompanha a curva de vapor saturado
  • - É capaz de ser ajustado para outras temperaturas

Purgador termostático com elemento bimetálico

O purgador bimetálico tem como grande característica sua economia de energia, podendo fazer o descarregamento do condensado em uma temperatura inferior da temperatura do vapor, desta forma, permite-se a utilização do calor do condensado para o aquecimento das linhas nas quais o purgador é instalado. E é importante dizer que, a construção do purgador bimetálico da para o dispositivo uma alta resistência tanto para corrosão e para golpes de aríete. Por ser bimetálico, o purgador garante um funcionamento eficaz na questão da descarga do condensado e uma ótima estanqueidade da sede da sede, quando fechado.

 Vantagens do Purgador Bimetálico

  • - Leves
  • - É eficaz na eliminação de ar e gases incondensáveis
  • - Resistente a condensados corrosivos, golpes de aríete e altas pressões
  • - Podem trabalhar em qualquer nível de pressão
  • - Vibrações na tubulação não interfere em seu trabalho e funcionamento
  • - Manutenção simples
  • - As partes bimetálicas podem ser substituídas sem a necessidade de remover o purgador do sistema em que está instalado

 Desvantagens do Purgador Bimetálico

  • - Pode ocorrer alagamento do purgador
  • - O bimetálico opera em uma temperatura fixa, o que torna inviável aplicar este dispositivo em operações onde a temperatura e a pressão são variáveis
  • - Não possui uma resposta rápida em relação a variações de vazão do condensado
  • - Se houver uma contrapressão relativamente alta, a temperatura do condensado diminui para que sede se abra, fazendo com que o tempo de alagamento do purgador seja maior.

Purgador termostático de pressão balanceada

Quanto a este purgador, que possui um componente que é removível, que constitui um líquido especifico em mistura com água. É recomendado que a sua instalação seja feita no final das linhas de coletores e distribuidores de vapor. É um equipamento que apresenta uma boa capacidade no quesito eliminação de ar durante a partida.

Este purgador também pode ser direcionado para drenagens de autoclaves de esterilização, eliminação de ar e gases incapazes de condensação em sistemas aquecidos a vapor e em aplicações que possibilitam o reaproveitamento da energia do condensado.

 Vantagens do Purgador Termostático de Pressão Balanceada

- Sua grande vantagem é sua maior característica. Eficaz na eliminação de ar durante a partida da planta e durante a operação

 Desvantagens do Purgador Termostático de Pressão Balanceada

  • - Vibrações nas tubulações nas quais está instalado, podem interferir e retardar o seu funcionamento
  • - Não é resistente a golpe de aríete
  • - A sede não é aberta enquanto a temperatura do condensado não for inferior a temperatura do vapor. Por isso este tipo de dispositivo não pode ser aplicado em serviços onde não é tolerado alagamento do purgador, por exemplo: Em distribuidores de vapor, aquecimento de equipamentos e tubulações em estado critico

 Purgador Termodinâmico

Este purgador apresenta uma funcionalidade ainda mais diferente, devido a sua abertura, que se dá pela diferenciação entre a velocidade do vapor e o condensado. Esse procedimento ocorre em um disco que faz o bloqueio da passagem do vapor ou reevaporado com alta velocidade que abre com a baixa velocidade do condensado;O Purgador Termodinâmico é aplicado nas linhas de aquecimento, tubulações de distribuição de vapor e em equipamentos.

Purgador TermodinamicoPurgador termodinamico Funcionamento 

TD-52 termodinamicoPurgador Termodinamico com filtro

 

 Funcionamento do Purgador Termodinâmico:

  • - Na partida do processo, a pressão que se cria de baixo do disco, faz com que o purgador se abra e condensado juntamente com o condensado são prontamente descarregados
  • - O condensado adentra pelo orifício central
  • - Ao entrar na câmara, o condensado perde pressão
  • - Devido a alta velocidade do vapor, cria-se uma camada de baixa pressão, puxando o disco para o acento
  • - Assim, a pressão do interior da câmara diminui na medida que o vapor acima do disco é condensado. E o ciclo se repete.

 Vantagens do Purgador Termodinâmico

  • - São compactos
  • - São Leves
  • - Vem com filtro interno
  • - Possui apenas uma peça móvel
  • - Não possui limite de operação
  • - Não possui a necessidade de ajuste
  • - Resistentes a golpes de aríetes
  • - Não tem a necessidade de se instalar uma válvula de retenção
  • - Necessita de um espaço menor para instalação, comparado com os demais tipos de purgador

 Desvantagem do Purgador Termodinâmico

  • - Precisa de uma pressão mínima de entrada
  • - Pouca capacidade na eliminação do ar e incondensáveis
  • - Tem uma perda de vapor maior na abertura para a saída do condensado

Saiba mais em: https://www.jefferson.ind.br/conteudo/purgador.html 

 

 

 

Faça um Orçamento

*Campos obrigatórios