Safra 2012/13 é de 187,09 milhões de toneladas, diz Conab

Você está aqui:
Imagem retirada de http://www.brasilagro.com.br/index.php?/noticias/detalhes/2/52921 Imagem retirada de http://www.brasilagro.com.br/index.php?/noticias/detalhes/2/52921

09/09/2013

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou nesta terça-feira (10/9) os dados do décimo-primeiro levantamento da safra de grãos 2012/13, que apontam para a colheita de 187,09 milhões de toneladas, volume 12,6% superior ao colhido na safra anterior, quando atingiu 166,20 milhões de toneladas.

Segundo a gerência de avaliação de safras da Conab, o aumento previsto de 20,90 milhões de toneladas na produção de grãos se deve principalmente às culturas de soja, com crescimento de 22,7% (15,05 milhões de toneladas) e de milho segunda safra, com aumento de 18,1% (7,07 milhões de toneladas).

A Conab estimou a área plantada em 53,34 milhões de hectares, que ficou 4,8% (2,46 milhões de hectares) acima da cultivada na safra 2011/12, que somou 50,89 milhões de hectares. A Conab destaca a expansão do plantio de soja, que cresceu 10,7% (2,68 milhões de hectares), passando de 25,04 para 27,72 milhões de hectares. O milho segunda safra teve aumento de área da ordem de 18,1% (1,38 milhão de hectares), passando de 7,62 para quase 9,0 milhões de hectares. A área plantada com milho, primeira e segunda safra, totaliza 15,90 milhões de hectares, ou seja, crescimento de 4,8% (726,5 mil hectares).

O levantamento da Conab também mostra aumento das áreas das culturas de amendoim primeira safra (5,1%), feijão terceira safra (9,6%), sorgo (1,9%) e triticale (2,3%). As demais culturas tiveram redução na área cultivada, sobretudo as de feijão total e milho primeira safra. O plantio de milho primeira safra recuou 8,6% (651,7 mil hectares), e a área total de feijão diminuiu 4,6% (148,9 mil hectares). A perda de área foi maior no feijão de primeira safra, que recuou 9,2% (114,2 mil hectares).


Fonte: Agência Estado